É tempo de despertar

A gente vai chegando aos quarenta anos e começa a sentir que a maturidade é algo que se pode perceber com clareza e distinção.  Concluí que a paciência e o perdão são as melhores coisas que podem existir em nossos pensamentos, e essas duas qualidades me fazem lembrar Jesus Cristo. O pior é que mesmo que eu saiba o que fazer, que é perdoar e ter paciência, ultimamente eu tenho sentido muita facilidade em me magoar e tenho tido muita dificuldade de perdoar e ando mais impaciente do que nunca, uma vez li que parece que a gente guarda o nosso pior para quem a gente mais ama, parace que é mesmo. Talvez seja a prova que Deus nos dá até que a gente saiba lidar com isso.

Dória, atual prefeito de São Paulo, vestiu-se com uma roupa de gari e foi varrer as ruas de São Paulo. Nem merece e nem desmerece o meu respeito. O que seria louvável era se ele fizesse isso sem ser reconhecido, aí sim . . .

Estudar, estudar e estudar!

É, 2015 chegou e eu fiquei com muita vontade de estudar pra valer, falta agora decidir qual é o maior foco: mestrado ou concurso federal? Eu vou orar muito para que Deus possa indicar o melhor caminho, por enquanto eu sei que o melhor caminho é não perder tempo, aproveitar a hora do almoço, as janelas para planejamento na escola, enfim, vai ser um ano de espiritualidade e ação. Será um ano em que eu também vou procurar seguir o conselho de Willian Shakespeare: “Seja dono  do teu silêncio para que não te tornes escravo das tuas palavras”. Vou ficar mais calada, não vou reclamar, não vou confrontar, ou reagir, farei o meu trabalho da melhor forma possível e ponto final. 

CONSCIÊNCIA CRISTÃ

Este texto será muito diferente de vários que eu aqui já postei, vai mostrar uma Márcia mais adulta, mais espiritual e com mais consciência cristã. Bem, já faz quase dois anos que eu voltei a ser evangélica e desde os 17 anos eu não tinha conseguido permanecer nem um terço desse tempo em uma igreja. Mas eu nunca deixei Jesus, guardei todos os ensinamentos e princípios que aprendi na infância e passei por uma faculdade de Filosofia sem sequer ser confundida pelo ateísmo, tão próprio do curso. Mas errei, não estudei a Bíblia para evangelizar.Anos passaram e eu continuei afastada, cada vez mais afastada, dizia sempre que iria voltar, mas não voltava. Só que Deus tinha um plano, e ele começou a acontecer quando reencontrei o Leo, meu marido, um ex-ateu, hoje, cristão evangélico e estudioso da palavra de Deus. Voltei para a Igreja, mas ainda não havia dedicação à palavra, à oração, nem mesmo a todos os cultos eu ia, e creio que Deus quer mais de mim e eu quero muito fazer isso, quero abdicar, quero cumprir a vontade do Senhor em minha vida. Pensei que começar a fazer a vontade de Deus era deixar de me maquiar, de assistir filmes e de ouvir músicas seculares, também pensei que além disso, era preciso mudar meu vestuário e deixar o meu cabelo crescer. Mas não é nada disso, ser cristão, como eu ouvi do pastor Jecer, é postura, é ética comportamental, mudança de vida. É ser humilde, é não se irar, é não falar mal dos outros, é adorar à Deus é só fazer o bem. Este é só o primeiro capítulo de uma nova história, espiritual, de adoração à Deus, de fé. A paz do Senhor.

Segunda-feira

Amanhã é segunda-feira, a primeira de 2015, e eu, tão feliz, com um pouco mais de tempo para planejar, posso me dar luxo de ficar acordada até esta hora (duas e quinze da madrugada, segundo a hora certa da internet), mas pretendo mudar isso, preciso acordar cedo, comer de três em três horas, planejar as minhas aulas, checar e-mail´s, checar aniversários no Facebook, ler a Bíblia e o Livro da Filosofia, voltar à minha dieta, a cozinhar coisas saudáveis, ir para a Igreja e dormir mais cedo. Tá, não parecem férias, mas é necessário que elas sejam assim, afinal no próximo dia 19 estou de volta à escola, se Deus quiser.

2015 ou 2014, 2013, 2012 . . . . . . . 2004

Nas últimas semanas de cada ano a maioria das pessoas é bombardeada com campanhas publicitárias e músicas populares que pretendem lembrá-las de suas obrigações. Em uma ingênua tentativa de consertar tudo, muita gente faz uma lista com as velhas promessas que deveriam lembrá-las mais do passado do que do futuro. E se a gente pudesse lembrar daquele momento em que . . .
Começamos a engordar;
Paramos de ler livros;
Tiramos Deus da nossa vida;
Começamos a fumar;
Paramos de fazer atividade física;
Paramos de estudar para o tão sonhado concurso;
O que você não fez?
O que você diria para você mesmo?

Que Deus ilumine a todos em 2015!

 

Este texto chama-se cinco horas e meia porque era o tempo que faltava para 2015 quando ele foi publicado.