O QUENTE DE UBAJARA

Daí que rolaram fotos das férias de dois colegas de trabalho na minha caixa de entrada, uma foi para o Sul da França e o outro foi para Ubajara. As fotos da Cris me fizeram pensar o quanto é bom ter muita grana, o que não é o meu caso, afinal, morar sozinha custa muito caro. Mas as do Ivalnei me fizeram perceber o quanto o meu Ceará é bonito, e como poderia ser bom passar dois dias em um clima menos quente.

Dias depois lá estava eu, na rodoviária de Fortaleza, à seis da manhã. No rosto, um olhar de quem trabalhou a madrugada toda, no braço, um afago daquele cuja a companhia vale a pena em qualquer lugar, seja em Fortaleza ou em . . . . .  Ubajara!

Foram mais de sete horas de estrada, e no caminho, fiz uma viagem imaginária: a pousada, a vista, o frio à noite . . .  e tudo aconteceu: perfeito!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s