PRAZER, PASSADO!

Sábado. Sete da noite. A iluminação do local combina com o tipo de encontro marcado: “meia-luz”. Explico. O encontro não foi “às escuras” porque eu tinha uma ideia de como ele era fisicamente, mas eu não o via há mais de cinco anos e pensei na possibilidade de encontrar uma pessoa irreconhecível. Lembram do quanto o Michael Jackson mudou em meia década?    

Daí que ele não mudou nada. Coincidentemente, foi a primeira frase que ele disse sobre mim. Por um lado foi bom, mas, por outro, o meu cabelo e jeito de vestir estão infinitamente melhores. Só que, se ele tivesse notado isso, a heterossexualidade do rapaz poderia ser questionada.

O encontro continuou à meia-luz. Cinema. Eu, toda tímida, mantive o corpo um pouco distante do dele. Mas o cenário foi mudando, em um ritmo não tão acelerado quanto ao da trama da tela, mas mudou. Fim da sessão.

Um beijo ótimo só aconteceu depois que saímos do local. Fui impecável, esta noite poderá entrar para os meus registros de momentos de uma moça bem comportada. Agora, apresento o problema que impede que eu me anime com uma parte II: ele terminou um namoro há apenas dois meses e eu tenho minhas dúvidas sobre gente que diz que se reinventa e quer riscar o passado depressa demais. Foram sete anos de relacionamento, uma vida até ali. Porém, existem as grandes mudanças, que tiram tudo do lugar, e quem sabe depois desse movimento todo, as coisas fiquem no canto certo?

Anúncios

2 thoughts on “PRAZER, PASSADO!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s