MOEDAS

Dar o troco não é uma boa ideia, eu sei, o mundo jamais será um lugar melhor se sempre agirmos assim. Mas, no mês passado, fui tão bombardeada com falta de consideração, com cinismo, com trapaça, que comecei a pensar na possibilidade de deixar de fazer o bem sem olhar a quem e de achar que o imperativo categórico de Kant, que diz que devemos agir na conformidade dos princípios que se quer que sejam aplicados por todos os humanos, vale a pena. A questão é que, o que vai por dentro, só a gente sabe… Eu tenho o defeito de não ser suficientemente política para lidar com todo tipo de gente. Eu não sei tratá-las com o mesmo teor das pessoas de bem, não dá, não me esforço e ainda tenho a grande necessidade de falar tudo o que é preciso para não me deixar angustiada depois. Peço perdão à Deus pela atitude que tive que tomar com alguns, mas eu preciso me proteger, quero continuar fazendo o bem, mas de uma forma mais justa, e, a partir de agora, quero fazer parte desta justiça. “Todavia, se estais cumprindo a lei real segundo a escritura: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo, fazeis bem.” Tiago 2:8-9o

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s